Índios da etnia Munduruku lutam contra a construção da barragem São Luiz do Tapajós, no estado do Pará. A barragem deverá provocar um alagamento de mais 700 mil km2 nas terras onde vivem.
O governo federal brasileiro prevê a construção de até cinco usinas no Rio Tapajós, onde vivem dezenas de comunidades indígenas. Os Munduruku alegam não terem sido consultados sobre a construção das barragens.
Há anos os Munduruku da comunidade de Sawré Maybu, uma das que será diretamente afetada pela construção da usina de São Luiz do Tapajós, pressionam pela demarcação de suas terras. A demarcação inviabilizaria legalmente o projeto do governo federal.
Um documentário sobre a questão foi produzido pela videomaker Nayana Fernandez. Assista na íntegra.

 

 

"Índios Munduruku: Tecendo a Resistência" [Completo] from MiráPorã on Vimeo.

Com informações do Global Voices.