Parece mentira, mas a capital da Noruega, Oslo,  está comprando lixo de duas cidades britânicas, Leeds e Bristol, para gerar energia elétrica.
A incineração do lixo aquece uma caldeira com água que gera vapor e, assim, move as turbinas que produzem energia elétrica.
“Quatro toneladas de lixo têm o mesmo potencial energético do que uma tonelada de óleo combustível”, diz Pal Mikkelsen, diretor da agência responsável pela transformação de lixo em energia de Oslo.
Por meio desse processo, Oslo gera energia para escolas e 56 mil residências. Apesar de inovador, alguns ambientalistas criticam tal processo, alegando que há um incentivo da produção de lixo, quando que o correto seria diminuir o consumo desnecessário e a produção de lixo associada a ele.
Entenda como Oslo gera energia por meio do lixo no vídeo e na reportagem da BBC.