Em 1940, a primeira lanchonete do McDonald’s foi aberta nos Estados Unidos. Hoje, 76 anos depois, a rede de fast-food possui mais de 36.000 restaurantes distribuídos em 119 países.

O país onde o McDonald’s faliu

A Bolívia é um caso atípico nessa rede de fast-food. O McDonald’s esteve no país durante 14 anos, mas viu suas oito lanchonetes falirem, uma a uma.
Ao contrário do que muitos vão pensar, as lojas não foram expulsas do país pelo presidente Evo Morales, mas sim pelo desinteresse da clientela e a preferência pela alimentação local.
Apesar de preços convidativos oferecidos pela rede e de sua inteligência e pesquisa de mercado, o McDonald’s não conseguiu convencer os bolivianos a comerem seus BigMacs, McNuggets ou McRibs.
A rejeição não é, necessariamente, com base no sabor ou no tipo de alimento, mas sim uma rejeição ao sistema fast-food. O tempo de preparo das refeições serve como um tipo de alerta para eles. Os bolivianos buscam refeições locais e querem saber se os alimentos foram preparados da maneira correta.

Com informações de Carta Maior, Bussiness Insider e McDonald’s.
 

Adriano Liziero
Blogueiro desde 1999 e hacker desde cedo, gosto de desmontar e descomplicar coisas. Voltei de Angola, onde vivi durante quatro anos, querendo ser piloto de avião e geógrafo. Estudei aviação e, mais tarde, ingressei na faculdade de Geografia da USP. Minha paixão por descomplicar coisas me levou também ao jornalismo. Há sete anos, trabalho fazendo games, vídeos e infográficos de geografia. Fundei o Geografia Visual para explicar o mundo de um jeito diferente e criativo.