Google transforma mapas em game

Adriano Liziero

Adriano Liziero

Editor | Geógrafo

27 de Abril de 2015

Você é bom em localizar acontecimentos e construções em mapas? É justamente esse o desafio que o Google lança em sua plataforma de mapas.

O Google Maps foi transformado em um jogo onde o objetivo é chegar o mais próximo possível de um evento ou construção indicada pelo Google. Os desafios abrangem diversas áreas, como esportes, entretenimento, história, geografia, arte.

Você pode ser questionado, por exemplo, sobre o local onde quatro grandes norte-americanos foram esculpidos. Então, deve inserir o pin no monte Rushmore.

O jogo começa com um crédito de 1.609 km, que vão sendo descontados conforme a distância entre as suas respostas e o local correto para cada questão. Os erros recebem comentários irônicos, como “bem, pelo menos você acertou o planeta.”

A cada acerto, você ganha quilômetros adicionais e, a cada fase, ganha troféus. É possível compartilhar o seu desempenho nas redes sociais.

Pronto para plotar os pins desafiadores no Google Maps? Basta acessar o game em http://smartypins.withgoogle.com/

Adriano Liziero

Adriano Liziero

Editor | Geógrafo

Estudei Geografia influenciado pela experiência de viver em Angola, país que despertou em mim a vontade de compreender o mundo. Meu gosto pela escrita também me levou ao jornalismo.
Trabalho no mercado editorial de didáticos, com foco em tecnologia educacional. Criei o Geografia Visual para explicar o mundo utilizando o poder didático das imagens.

Você também pode gostar

Jogos e simuladores

Quiz desafia sua orientação espacial no mundo

por Curadoria de conteúdos

Você é capaz de reconhecer países com outra forma de orientação espacial?

Jogos e simuladores Vídeos

Os terremotos e a ilusão de terra firme

por Adriano Liziero

O chão balança levemente cerca de cinquenta mil vezes por ano, em diversos lugares do mundo.

Jogos e simuladores

Jogo de descoberta geográfica te desafia a reconhecer paisagens

por Adriano Liziero

O desafio é reconhecer os lugares pela vegetação, idioma das placas, arquitetura.