A jovem Débora Aladim, estudante de História, utilizou a sua paixão por quadrinhos para abordar diversos momentos da história do século XX, que podem ser aprendidos com o enredo dos super heróis.
São abordados os seguintes tópicos:
  • A migração nos EUA no início do século XX e o papel dos quadrinhos na aprendizagem do idioma Inglês.
  • A violência urbana e segregação da cidade na criação do Batman e de Gothan City.
  • A crise de 1929 e a necessidade de resiliência do povo dos EUA na criação do Superman, que também possui um caráter intervencionista em diversos países.
  • A importância do Capitão América, criado por quadrinistas judeus americanos, na luta conta o nazismo e, atualmente, como forma de crítica ao presidente Trump.
  • As tecnologias nucleares e a genética como pano de fundo para a criação de personagens mutantes, como Hulk e os X-Men – estes últimos também abordam o preconceito e a bipolaridade do mundo no contexto da guerra fria.
  • O papel da mulher na personagem Mulher Maravilha e dos negros no super herói Luke Cage.
  • A guerra fria e o papel dos EUA frente ao comunismo nas histórias do Homem de Ferro.
  • O liberalismo praticado pela Dama de Ferro (Margareth Tatcher), na Inglaterra, e as revoltas populares que inspiram o personagem V de Vingança.
Tudo isso em pouco mais de 20 minutos.
Assista o vídeo na íntegra:



 

Adriano Liziero
Blogueiro desde 1999 e hacker desde cedo, gosto de desmontar e descomplicar coisas. Voltei de Angola, onde vivi durante quatro anos, querendo ser piloto de avião e geógrafo. Estudei aviação e, mais tarde, ingressei na faculdade de Geografia da USP. Minha paixão por descomplicar coisas me levou também ao jornalismo. Há sete anos, trabalho fazendo games, vídeos e infográficos de geografia. Fundei o Geografia Visual para explicar o mundo de um jeito diferente e criativo.