Alunos da USP mapeiam rotas alternativas para ajudar vítimas no Nepal

Adriano Liziero

Adriano Liziero

Editor | Geógrafo

2 de maio de 2015

Graças ao projeto de mapeamento colaborativo OpenStreetMap, que utiliza dados inseridos por utilizadores, pesquisadores da USP contribuem para o mapeamento de áreas afetadas pelo forte terremoto que atingiu o Nepal.

Os mapas auxiliam a logística de ajuda humanitária na cidade de Katmandu, a mais afetada pelos tremores. Os alunos, todos voluntários, traçam rotas e definem o melhor caminho levando em conta áreas danificadas pelo terremoto, como pontes caídas e ruas interditadas por escombros.

Veja a reportagem completa aqui.

Com informações do G1.

Adriano Liziero

Adriano Liziero

Editor | Geógrafo

Estudei Geografia influenciado pela experiência de viver em Angola, país que despertou em mim a vontade de compreender o mundo. Meu gosto pela escrita também me levou ao jornalismo.
Trabalho no mercado editorial de didáticos, com foco em tecnologia educacional. Criei o Geografia Visual para explicar o mundo utilizando o poder didático das imagens.

Você também pode gostar

Mapas e gráficos

O voto obrigatório nos EUA aumentaria o comparecimento às urnas?

por Adriano Liziero

Gráfico compara taxa de comparecimento às urnas dos EUA com países que têm voto obrigatório.