E se a aula fosse divertida como um game?

Adriano Rangel Liziero

Adriano Rangel Liziero

Editor | Geógrafo

9 de novembro de 2015

Como usar a lógica dos games para engajar de forma lúdica os alunos?

Gamificar a aula é introduzir a diversão na aprendizagem, criando atividades desafiadoras e surpreendentes.

Para isso, convertemos um problema em atividade que contenha os elementos de um game, como a competição, o desafio, a cooperação, a exploração, o feedback, a premiação, a narrativa, etc.

No artigo que escrevi para a Revista Educatrix, explico como usar o pensamento dos games para aliar aprendizagem e brincadeira.

Adriano Rangel Liziero

Adriano Rangel Liziero

Editor | Geógrafo

Estudei Geografia na USP influenciado pela experiência de viver em Angola, país que despertou em mim a vontade de compreender o mundo. Meu gosto pela escrita também me levou ao jornalismo.
Trabalho no mercado editorial de didáticos, com foco em tecnologia educacional. Há sete anos, fundei o Geografia Visual para explicar o mundo utilizando o poder didático das imagens.

Você também pode gostar

Notícias

Por uma Geografia hacker

por Adriano Rangel Liziero

Hackear o ensino da Geografia envolve desenvolver um currículo de aprendizagem que inclua a experiência, a felicidade, a criatividade.

Notícias

Como roteirizar um objeto educacional digital

por Adriano Rangel Liziero

6 estratégias fundamentais para a roteirização hipermídia

Notícias

Geografia Visual ganha Prêmio Hipertexto 2015

por Adriano Rangel Liziero

O Prêmio busca destacar boas iniciativas do uso de tecnologias para a aprendizagem.