Redes sociais mapeiam desaparecidos após terremoto no Nepal

Adriano Liziero

Adriano Liziero

Editor | Geógrafo

28 de abril de 2015

O forte terremoto de 7,8 graus de magnitude que atingiu o Nepal no último sábado (25) afetou 8 milhões de pessoas, mais de um quarto da população do país. O número de mortos já passa de 4,3 mil, com outros 8 mil feridos, entre moradores e turistas. Foi o pior evento do tipo em 81 anos no local.

Para ajudar familiares e amigos a localizar pessoas nas áreas afetadas pelo tremor, Google, Facebook e Microsoft desenvolveram recursos e ações em suas redes sociais.

Google Person Finder

O Google Person Finder funciona como um mural público, onde é possível procurar alguém (“I’m looking for someone”) ou informar sobre a situação de alguém (“I have information about someone”) que esteja na área afetada.

Facebook Security Check

O Facebook Security Check possibilita que as pessoas marquem que estão em segurança na área do terremoto. A informação é compartilhada com toda a rede de amigos da pessoa. Também permite que as pessoas informem sobre a situação de outros amigos que estejam no Nepal.

A Microsoft, por meio do Skype, tornou gratuitas todas as ligações feitas do Nepal para qualquer outro país. As ligações realizadas diretamente para o país também não serão cobradas durante o período de dificuldades nas áreas afetadas.

Adriano Liziero

Adriano Liziero

Editor | Geógrafo

Estudei Geografia influenciado pela experiência de viver em Angola, país que despertou em mim a vontade de compreender o mundo. Meu gosto pela escrita também me levou ao jornalismo.
Trabalho no mercado editorial de didáticos, com foco em tecnologia educacional. Criei o Geografia Visual para explicar o mundo utilizando o poder didático das imagens.

Você também pode gostar

Notícias

Foi na África, ainda criança, que escolhi ser geógrafo

por Adriano Liziero

No dia do geógrafo, um relato pessoal da escolha da minha profissão.

Notícias

Novas tecnologias na educação

por Adriano Liziero

De que forma as novas tecnologias podem ser utilizadas de maneira proveitosa na sala de aula?

Notícias

Geografia Visual lança nova marca

por Curadoria de conteúdos

Logo foi criado pelo publicitário Alan Alves.