A plantação de canola no contexto dos biocombustíveis

Adriano Liziero

Adriano Liziero

Editor | Geógrafo

26 de novembro de 2018

Não, essa imagem não tem um filtro amarelado. Você está vendo uma plantação de canola na paisagem montanhosa de Luoping, na China.

O óleo extraído da semente dessa flor pode ser usado para consumo humano e produção de biodiesel. O farelo é usado em rações animais.

Gosta do Geografia Visual?

Nossos posts são feitos à base de café e ciência geográfica. Doe um café pra gente e ajude a manter o site no ar com conteúdos didáticos gratuitos.


café
café duplo
café triplo
donut
Thank you very much !

No Brasil, a canola é cultivada no Sul do país, em rotação de culturas com o trigo, possibilitando a produção de óleos vegetais no período do inverno, quando uma grande área de cultivo fica ociosa.

As pesquisas nacionais para a produção de biocombustível a partir do óleo da canola foram interrompidas em 1990, com o abrandamento da crise do petróleo. No entanto, a atual demanda mundial por biocombustíveis tem incentivado novas pesquisas no Brasil, sobretudo na Embrapa.

📸 @dailyoverview.


Gostou desse conteúdo?

Esse post foi criado à base de café e ciência geográfica. Doe um café pra gente e ajude a manter o site no ar com conteúdos didáticos gratuitos.


café
café duplo
café triplo
donut
Thank you very much !
Adriano Liziero

Adriano Liziero

Editor | Geógrafo

Estudei Geografia influenciado pela experiência de viver em Angola, país que despertou em mim a vontade de compreender o mundo. Meu gosto pela escrita também me levou ao jornalismo.
Trabalho no mercado editorial de didáticos, com foco em tecnologia educacional. Criei o Geografia Visual para explicar o mundo utilizando o poder didático das imagens.

Você também pode gostar

Fotografias Notícias

O difícil cotidiano da população de Gaza

por Adriano Liziero

Veja como é a vida repleta de restrições em Gaza.

Fotografias

O Brasil tem montanhas?

por Adriano Liziero

6 imagens que ajudam a responder essa antiga dúvida geográfica.

Fotografias

Cemitério de navios

por Adriano Liziero

Você sabe para onde vai um navio que está velho demais para navegar, após 25 a 30 anos de vida útil? Infelizmente, para estaleiros localizados em países pobres.