De onde vem a bateria do seu celular?

Adriano Liziero

Adriano Liziero

Editor | Geógrafo

19 de novembro de 2018

Já viu uma mina de lítio? Esse minério é usado, por exemplo, na fabricação de baterias para celulares.

Uma das maiores reservas mundiais de lítio está no Chile, no deserto mais seco do mundo, o Atacama.

O lítio é encontrado a cerca de 45 metros de profundidade, dissolvido em água salgada.

Gosta do Geografia Visual?

Nossos posts são feitos à base de café e ciência geográfica. Doe um café pra gente e ajude a manter o site no ar com conteúdos didáticos gratuitos.


café
café duplo
café triplo
donut
Thank you very much !

Para extrair o mineral é preciso bombear essa água subterrânea para piscinas rasas, onde a evaporação acelerada do deserto revela um material oleoso e amarelo, o lítio.

O problema é que há relatos de superexploração da água subterrânea para a exploração do lítio.

Isso pode causar sérios desequilíbrios ambientais e impactos sociais para as comunidades que vivem na região.

📸@dailyoverview


Gostou desse conteúdo?

Esse post foi criado à base de café e ciência geográfica. Doe um café pra gente e ajude a manter o site no ar com conteúdos didáticos gratuitos.


café
café duplo
café triplo
donut
Thank you very much !
Adriano Liziero

Adriano Liziero

Editor | Geógrafo

Estudei Geografia influenciado pela experiência de viver em Angola, país que despertou em mim a vontade de compreender o mundo. Meu gosto pela escrita também me levou ao jornalismo.
Trabalho no mercado editorial de didáticos, com foco em tecnologia educacional. Criei o Geografia Visual para explicar o mundo utilizando o poder didático das imagens.

Você também pode gostar

Fotografias

Uma viagem virtual pelas paisagens da Rodovia Panamericana

por Érico Candido

Com o Google Street View, é possível conhecer a diversidade natural do continente americano.

Fotografias

Poluição do ar na China fica descontrolada

por Adriano Liziero

Inverno faz chineses ligarem o aquecedor e causar poluição recorde.

Fotografias

Cemitério de navios

por Adriano Liziero

Você sabe para onde vai um navio que está velho demais para navegar, após 25 a 30 anos de vida útil? Infelizmente, para estaleiros localizados em países pobres.